Archive | Champions League RSS feed for this section

Florentino Pérez: “Contratar José Mourinho foi uma das minhas melhores decisões”

O presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, lançou uma mensagem de optimismo durante o tradicional almoço que o clube partilha nesta altura de Natal com os meios de comunicação: “Uma das minhas melhores decisões desde que sou presidente do Real Madrid foi contratar José Mourinho. Tem uma valor imprescindível porque nunca se rende por mais difícil que seja o desafio”.

“A derrota frente ao Barcelona dói-nos a todos, mas também nos estimula e torna-nos mais fortes. Ninguém gosta de perder, mas a confiança é maior. Estamos a fazer um bom trabalho. Conquistámos alguns recordes como ganhar 15 jogos consecutivos e a melhor equipa da fase de grupos da história da Liga dos Campeões. Fizemos um grande esforço para construir esta magnifica equipa num momento económico difícil”.

“Esta temporada demos um salto qualitativo importante. O ano passado fomos segundos na Liga Espanhola, semi-finalistas da Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo foi Bota de Ouro, Casillas venceu a Luva de Ouro, Mourinho foi o melhor treinador do ano para a UEFA e ganhámos a Taça do Rei com um soberbo golo de Ronaldo. Um troféu muito desejado pelos Madridistas. O clube está cada vez mais forte”, finalizou Florentino Pérez.

José Mourinho: “A minha mensagem em duas palavras: SOMOS LÍDERES”

José Mourinho começou a conferência de imprensa avisando que não iria falar no clássico: “Hoje só falo da Ponferradina”. No entanto, o tema clássico foi inevitável. O jogo da Taça do rei não se entende sem falar da derrota frente ao Barcelona.
“Se olharmos para a história recente do Real Madrid na Taça do Rei sempre teve dificuldades com equipas inferiores”.
Começou por dizer que a derrota do passado sábado frente ao Barcelona não irá afectar o Real Madrid: “Espero que não. São jogos diferentes e competições diferentes. Na Liga não há ninguém que tenha mais pontos. Na Taça do Rei estamos todos iguais. No campeonato apenas há uma equipa que tem os mesmos pontos que nós, mas nós temos um jogo a menos. Eu entendo que a motivação do rival será maior frente ao Real Madrid num jogo para a Taça, mas eu irei tentar que os meus jogadores façam um jogo sério, como na temporada passada em Murcia. O ano passado tivemos dificuldades em Murcia e empatámos. Este ano ainda, o Atlético perdeu frente ao Albacete… São jogos difíceis.

Mourinho voltou a falar do clássico contra o Barcelona para deixar claro que a sua equipa está tranquila e não vai estar deprimida: “Se o mundo está perto de acabar não é por nós. Nós dissemos que quer ganhássemos ou perdêssemos não iríamos perder o equilíbrio. Ganhar faz-te mais feliz e perder menos. Mas o equilíbrio no perdemos. Não mudaria a nossa situação com ninguém. Na Liga dos Campeões fizemos o melhor percurso da história na fase de grupos- Seis jogos, seis vitórias. Na Liga não existe outra equipa que tenha mais pontos que nós. Podemos terminar 2011 em primeiro, com igualdade de pontos com o Barcelona ou com 3 pontos a mais”.

Se o Ronaldo for como eu não ouve assobios. Afectou-o perder um jogo como a todos”.

Muitos dos titulares não irão jogar frente a Ponferradina, mas Mourinho justificou da seguinte forma: “A maior parte dos jogadores que jogaram no sábado nem os vi. Estiveram de férias. Deram tudo, são pessoas sérias e por isso foram de férias dois dias que mereciam. Os que vão jogar estão preparados para o fazer. Cada dia que passa tenho mais a certeza que Varane vai ser titular no Real Madrid durante 10 anos. É um grande jogador, mas ainda é jovem”.
“A minha motivação está alta. Como poderia não estar, depois de ver o meu nome ao lado de Miguel Muñoz com 15 vitórias consecutivas, líder do campeonato e com um recorde na Liga dos campeões de seis vitórias em seis jogos na fase de grupos…”

José Mourinho terminou a conferência de imprensa a falar do Barcelona: “Não há sentimento de inferioridade. O Barcelona tem os mesmos pontos que nós e poderá ter menos 1 ou 3 que no próximo sábado. Acabar o ano em primeiro é muito bom, mas o Sevilha vai ser outro jogo difícil. Os meses de Outubro e Novembro foram meses muito difíceis. Neste momento estamos em primeiro”.

José Mourinho deixou uma última mensagem: ” A minha mensagem em duas palavras: SOMOS LÍDERES”.

José Mourinho igualou ontem o recorde do lendário Muñoz

José Mourinho igualou ontem o recorde do lendário Muñoz

O Real Madrid de José Mourinho, 50 anos depois, igualou o recorde de Miguel Muñoz, conseguindo 15 vitórias seguidas. No entanto, Mourinho poderá bater este recorde já no sábado e logo frente ao Barcelona de Pep Guardiola. Na época 60/61, o registo do técnico espanhol Miguel Muñoz foi apenas no campeonato, enquanto o do técnico português José Mourinho inclui Liga (10 jogos) e Liga dos Campeões (5).

Além disso, foi a primeira vez que o Real Madrid ganhou 6 jogos seguidos nas competições europeias. No entanto, esta não foi a primeira vez que José Mourinho atingiu este feito, pois já tinha conseguido 6 vitórias consecutivas na Liga dos Campeões há duas épocas pelo Inter de Milão.

O Real Madrid tornou-se ontem, depois da vitória frente ao Ajax, o 5º clube a terminar a fase de grupos só com vitórias, após Milan (92/93), PSG (94/95), Spartak (95/96) e Barcelona (2002/2003).

Importa realçar que destes clubes, nenhum deles foi campeão europeu quando alcançaram esses resultados.

Será que José Mourinho será o primeiro a ganhar todos os jogos da fase de grupos e a sagrar-se campeão europeu?

Deixem a vossa opinião!

Mourinho:”O ano passado também goleámos o Ajax e depois perdemos com o Barça”

José Mourinho compareceu satisfeito pela vitória por 3-0 frente ao Ajax e já está a pensar no clássico do próximo sábado. Reviu as estatísticas da UEFA antes de começar a responder e a demonstrar a sua satisfação:”Estou muito contente com os jogadores. Não brincámos, jogámos sério e quisemos ganhar. Não é fácil para alguns jogadores que não jogam manter o mesmo ritmo durante os 90 minutos”.

Assim viu o jogo Mourinho:”Os primeiros 45 minutos jogámos bem, criando perigo. A segunda parte foi mais complicada, e tivemos um pouco de sorte porque o Ajax poderia ter feito golo. Mas estou contente com a atitude”.
José Mourinho também se recordou da meia-final contra o Barcelona:”É a primeira vez que o Real Madrid alcança seis vitórias. Também são 18 jogos seguido com apenas uma derrota, derrota essa em circunstâncias estranhas. Ficámos em primeiro e agora esperemos pelo o resultado do sorteio. Agora podemos esquecer a Liga dos Campeões por cerca de 2 meses”.
O técnico português explicou a substituição de Mendes:”Não tinha pensado, a minha intenção era jogar Jesé, mas como o jogo estava 2-0 e o Arbeloa sentiu problemas da lesão que tinha, tive que tirá-lo. Pensei meter Altintop a lateral e o Jesé a extremos, mas era um problema porque a equipa iria baixar as linhas”.

Mou também valorizou a actuação e fez um elogio a Jesé:”Cumpriu o que lhe pedi, tem experiência internacional nas selecções jovens.

Mourinho não quis ser claro quando lhe perguntaram se os jogadores que jogaram hoje os 90 minutos podiam ser titulares contra o Barcelona:”Podem”, respondeu o português.

José Mourinho analisou a mentalidade da equipa num jogo que não havia nada em jogo:”Futebol é futebol e deve-se respeitar. Não se devem jogar jogos para não ganhar. Tens que ser sério, logo jogues bem ou mal, ganhas ou perdes, mas tens que fazê-lo de uma forma séria. Estou muito contente. É a Liga dos Campeões e temos que dar o máximo”.

Para terminar, José Mourinho recordou o que aconteceu o ano passado depois de jogar contra o Ajax:”Se a minha memória não me falha, o ano passado ganhámos ao Ajax e dois dias depois perdemos contra o Barcelona. O futebol é uma caixa de surpresas e nunca sabes. Mas a realidade é que esta equipa está mais estável e compacta, os jogadores estão mais seguros e somo melhores que a época passada”.

Mourinho não leva Casillas, Segio Ramos, Lass e Cristiano Ronaldo a Amesterdão

José Mourinho irá proteger alguns dos seus titulares para o clássico frente ao Barcelona no próximo sábado, mas não de uma forma tão profunda como Pep Guardiola. Mourinho apenas deixará em Madrid Iker Casillas, Sergio Ramos, Lass Diarra e Cristiano Ronaldo. O resto do plantel viajará a Amesterdão para defrontar o Ajax no último jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões.

No entanto, uma coisa é levar os outros jogadores, como Di Maria, Ozil e companhia, e outra é quem efectivamente irá jogar.

O Derby está a chegar… Quem irá sair vencedor do clássico entre o Real Madrid vs Barcelona?

Deixem a vossa opinião.

José Mourinho contente com a exibição do Real Madrid

José Mourinho mostrou-se feliz após a vitória frente ao Lyon: “Fizemos um jogo muito sério. No primeiro tempo pudemos sentenciar o jogo. Não o fizemos, mas mantivemos o controlo táctico e emocional. Com o segundo golo o jogo acabou. ”

“O importante era vencer aqui e fazer 12 pontos para garantirmos o apuramento . Agora é tentar garantir o primeiro lugar do grupo, que em teoria, pode dar uma ajuda no sorteio para os oitavos-de-final.”

“Nós vamos continuar o nosso caminho, como fizemos o ano passado. Também fizemos uma boa fase de grupos o ano passado, com cinco vitórias e um empate, e chegámos às semi-finais jogando bem. Agora também estamos a fazer boas exibições e a ganhar jogos, mas vamos ver o que acontece.”

Sobre o golo 100 marcado por Cristiano Ronaldo e a comparação com Leonel Messi, Mourinho disse: “Para mim isso não é importante. São pequenas coisas que ficam na carreira dos jogadores, mas estamos aqui para obter resultados, e isso é o mais importante”.

Real Madrid vence finalmente em casa do Lyon

O Real Madrid de José Mourinho venceu finalmente esta noite no campo do Lyon por 2-0, carimbando desta forma a passagem aos oitavos-de-final na Liga dos Campeões, mesmo faltando ainda dois jogos para fechar a fase de grupos.

José Mourinho conquistou a vitória num terreno extremamente difícil até à data, tendo a sua equipa realizado uma boa exibição, comandando o jogo durante a maior parte dos 90 minutos.

O luso Cristiano Ronaldo foi o autor dos dois golos da partida. O golo 100 de CR7 foi conseguido através de um livre directo aos 24 minutos, e aos 69 minutos converteu uma grande penalidade que foi feita sobre o próprio.

Ao Real Madrid, já com o bilhete para os oitavos-de-final, bastará um empate em casa frente ao Dínamo de Zagreb para garantir o primeiro lugar do seu grupo.

A equipa de José Mourinho continua assim a sua marcha imparável nesta primeira fase da Liga dos Campeões, marcando já 10 golos e sofrido 0.

O conjunto de Mourinho é o único que alcançou o pleno de triunfos nesta edição da Liga dos Campeões, permanecendo invicto.

Mourinho e Ronaldo Roubados em Camp Nou [Vídeo]

José Mourinho e Cristiano Ronaldo consideram ter sido “roubados” na eliminatória de ontem ao Barcelona e expressaram esse sentimento através de gestos na chegada ao aeroporto El Prat.

O treinador português acenou para as câmaras, rodando os dedos da mão, um gesto habitualmente entendido como sinal de roubo. O mesmo fez Cristiano Ronaldo.

As imagens foram captadas pelas câmaras do programa “Punto Pelota” e publicadas também no site do jornal espanhol “Marca”, que dá conta da indignação da comitiva do Real Madrid pela actuação do árbitro Frank de Bleeckere no encontro que terminou com um empate (1-1) e valeu o apuramento do Barça para a final da Liga dos Campeões.

O jornal espanhol diz que a frase “roubaram-nos” foi a mais ouvida na comitiva dos “merengues” no regresso a Madrid.

Uma revolta expressada por Casillas. “Os árbitros fuzilaram-nos. Roubaram-nos aqui e lá [em Madrid] e eliminaram-nos da Liga dos Campeões”, queixou-se o capitão do Real Madrid.

Antes do gesto no aeroporto, Cristiano Ronaldo também já tinha criticado duramente os árbitros.

Era a Missão Impossível 4”, ironizou o português. “Algo se passa. São muitas coisas juntas. O golo de Higuaín era legal”, disse Ronaldo.

“No próximo ano, é melhor darem directamente a taça ao Barcelona”, acrescentou Cristiano Ronaldo, que desta vez se concentrou nas críticas ao árbitro e não à táctica do treinador.

O madeirense, aliás, tentou minimizar o choque com José Mourinho depois de ter criticado a sua táctica defensiva, considerando que as palavras de há uma semana (“Não gosto de jogar assim, mas tenho de me adaptar. É o que há”) deram origem “a uma tempestade num copo de água”: “Sinto-me mais cómodo a jogar num sítio do que noutro. Aquela declaração não é o queria dizer. Mas estou acostumado aos árbitros e à imprensa. Há que viver com isso.

Vídeo onde José Mourinho e Cristiano Ronaldo fazem o gesto de roubo

Arbitro atraiçoa Mourinho

O Real Madrid de José Mourinho perdeu o jogo da primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões para o Barcelona, uma derrota que teve uma forte comparticipação do arbitro da partida que expulsou Pepe e o técnico José Mourinho que foi expulso por ter contestado o cartão vermelho mostrado ao central português.

O jogo que até então estava equilibrado mudou radicalmente com a expulsão de Pepe, no segundo tempo. Messi ficou sem o seu polícia e em dois lances decidiu o jogo, bisando na partida.

José Mourinho 10 anos de Carreira na SIC

O programa da SIC, José Mourinho – O Melhor Treinador do Mundo, vai para o ar no dia 25 de Novembro depois do Jornal da Noite na SIC

Nesta reportagem especial, vai ser dado todo o destaque aos 10 anos de carreira de José Mourinho.

A SIC está a preparar um programa de uma hora que vai dar a conhecer aos telespectadores os dez anos de carreira, os 17 títulos no palmarés e os episódios mais marcantes de um percurso único, relatados na primeira pessoa e por algumas das principais figuras do futebol.

A não perder!

">

Real Madrid

Notícias – José Mourinho

Comentários Recentes