Archive | Jogadores RSS feed for this section

Mourinho vence no seu jogo 100 ao serviço do Real Madrid, frente ao Betis (3-2)

José Mourinho venceu ontem no seu 100º jogo oficial ao serviço do Real Madrid, frente ao Bétis de Sevilha (3-2), na 27.ª jornada da Liga espanhola. Gonzalo Higuaín e Cristiano Ronaldo (bis) foram os marcadores de serviço do Real Madrid, que passaram a ter 77 por cento de triunfos na “era” Mourinho, números nunca observados, para os primeiros 100 jogos de um técnico, no melhor clube do século XX.

Na conferência após o jogo, José Mourinho reconheceu o bom jogo que o Betis realizou frente ao Real Madrid e até afirmou que o resultado mais justo seria o empate.

“Foi jogo sem controlo de nenhuma das equipas e que não se sabe como acaba. As vezes é melhor defender e ter o controlo, mas nenhuma das equipas foi defensiva. O jogo esteve cheio de bolas perdidas e muito bom para as transições ofensivas. Um empate teria sido o mais justo. Podia ter sido um 2-4 ou um 4-4. O Bétis não é um grande mas joga para o espectáculo, para encantar os adeptos como fez na Taça com o Barcelona. A filosofia do seu treinador é fantástica”, reconheceu Mourinho.

Quando um jornalista lhe perguntou sobre a possível grande penalidade de Sérgio Ramos perto do final da partida, Mourinho disse: «Estava muito longe para ver. Nem sequer vi o segundo golo do Bétis. Tanto Iturralde como o seu substituto (o árbitro principal lesionou-se e foi substituído pelo quarto árbitro) adaptaram-se às características do jogo. Colaboraram no fantástico jogo que vimos”, conclui Mourinho.

Mourinho cumpre jogo 100 ao serviço do Real Madrid

José Mourinho cumpre hoje o jogo 100 ao serviço do Real Madrid em jogos oficiais frente ao Betis de Sevilha.

Mourinho falou sobre o momento que está a viver: “Tinha assumido que em alguma fase da minha carreira iria treinar o Real Madrid para sentir que estive no maior clube do mundo. É uma experiência positiva e inesquecível. É fantástico e está a transformar-me num profissional melhor”, afirmou ontem o Special One.

Neste momento o Mourinho conta com 76 vitórias, 13 empates e 10 derrotas em partidas oficiais pelo Real Madrid.
Mourinho deu a entender que não irá sair do Real Madrid no final da época: “No clube apoiam-me a 100%. Sinto confiança e temos um projeto em comum. Dos adeptos não me posso queixar, não lhes peço nada para mim mas para a equipa.”

Segundo um inquérito realizado pelo Jornal Espanhol “Marca”, Mourinho foi eleito o segundo melhore treinador de sempre do Real Madrid, ficando à sua frente Vicente Del Bosque. Questionado sobre este facto, Mourinho minimizou este assunto: “Não fiz nada para merecer tanto. Temos bons números, no entanto existem treinadores que alcançaram coisas mais importantes do que eu. Quero números ainda melhores e que se transformem em títulos”, afirmou o treinador português.

Sobre os 10 pontos de vantagem que o Real Madrid tem sobre o Barcelona, Mourinho disse: “Quero pensar que vamos ganhar, mas se não vencermos é porque o Barcelona fez uma fase final espectacular e porque nós não fomos capazes de manter a mesma ambição”.

Relativamente às queixas de arbitragem que o Barcelona tem feito, Jose Mourinho recordou o passado: “Lembro que não falavam disso e afinal até falam. Não sou perfeito porque critiquei os árbitros e, algumas vezes, com palavras fortes. Mas há outros que vendem uma imagem diferente da minha e no fim somos todos iguais”, concluiu Mourinho.

Real Madrid de Mourinho goleia em casa o Espanhol por 5-0

José Mourinho continua em grande nível rumo ao título da Liga Espanhola. Esta noite o Real Madrid venceu em casa o Espanhol por 5-0, num jogo onde a equipa de Mourinho dominou por completo.

Parece que as declarações de Mourinho desta semana (“só um treinador estúpido venderia Higuaín”) motivaram o avançado argentino que apontou 2 golos, coisa que já não acontecia desde Janeiro. Cristiano Ronaldo marcou o primeiro golo do encontro e já conta neste momento com 30 golos na Liga. Impressionante!

Cristiano Ronaldo e Ricardo Carvalho foram os portugueses titulares na equipa do Real Madrid, e foi o inevitável Ronaldo que abriu o marcador logo aos 15 minutos de jogo.

O segundo golo aconteceu aos 38 minutos, depois de uma bela jogada do ataque da equipa de Jose Mourinho, em que Kedhira finalizou da melhor maneira.

O Real entrou ainda mais forte na segunda parte e aos 46 minutos Gonazalo Higuaín marcou o terceiro golo do jogo.

Aos 61 minutos chegou o quarto golo, com Cristiano Ronaldo a passar para a direita, onde apareceu Kaká que meteu a bola no poste mais distante. Aos 77 Higuaín voltou a facturar chutando após passe de Kaká da esquerda.

O Real Madrid de José Mourinho mantém assim a vantagem de 10 pontos sobre o Barcelona de Pep Guardiola.

Özil diz que “o apoio de Mourinho é muito importante para mim”

Mesut Özil realçou hoje a importância de José Mourinho no seu crescimento enquanto jogador. O jogador alemão afirmou também que está a jogar “no melhor clube do mundo”.

“José Mourinho conversa muito comigo e o apoio que ele me dá é muito importante. Ser um dos jogadores mais importantes da equipa dá-me muita confiança. Estou feliz por jogar no melhor clube do mundo. Claro que tive de me adaptar, aprender a língua espanhola, a cultura, mas contei com a ajuda de todos”, disse o internacional alemão Özil, que foi eleito pelos compatriotas como melhor jogador alemão a jogar fora do país em 2011, o qual agradeceu a eleição:”Queria agradecer aos adeptos que me escolheram nesta votação. É muito bom receber um prémio como este.”

Mourinho coloca Jesé no plantel principal do Real Madrid

Jesé Rodrígue será o primeiro reforço na equipa do Real Madrid para a próxima temporada. Neste momento o extremo encontra-se ao serviço do Castilla, equipa do Real Madrid.

As boas exibições deste jogador de 18 anos impressionaram José Mourinho, promovendo-o ao plantel principal do Real Madrid para a época de 2012/13.

As prestações do internacional espanhol sub-19 tem vindo a ser alvo de cobiça por parte de equipas como o Fulham e o West Ham.

Real vence Rayo (1-0) e Mourinho elogia equipa adversária

O Real Madrid orientado pelo português José Mourinho venceu em casa do Rayo Vallecano por 1-0, jogo a contar para a 25ª jornada da Liga espanhola, através de um golo de calcanhar de Cristiano Ronaldo.

No final do encontro Mourinho admitiu que pelo que o Rayo Vallecano fez na partida, os mesmos não mereciam perder: “Fizeram um trabalho excelente e por isso o mais justo teria sido o empate”.

No entanto, Mourinho elogiou também a sua equipa: “É um campo muito difícil, mas os jogadores adaptaram-se bem e deram tudo em campo”, afirmou o treinador português.

“O técnico do Rayo Vallecano, por quem tenho uma grande estima, é muito ofensivo e não tem medo de perder os jogos, o que tornou a nossa vitória muito complicada hoje. O Rayo mesmo depois de estarem a perder por 1-0, continuaram sempre a acreditar e a criar oportunidades e criar dificuldades ao Real Madrid”.

Mourinho considerou também “muito bons” os adeptos do Rayo Vallecano pela atitude que tiveram ao longo do jogo, sempre a apoiar a sua equipa.

No final da conferência de imprensa, Mourinho lamentou o número de adeptos do Real Madrid a assistir ao encontro: “É pena que tenhamos jogado em Madrid e só tivessem estado cerca de 300 adeptos do Real Madrid. Percebo que não vão a Bilbau ou Málaga, mas aqui? Acho que têm de dar um pouco mais”, manifestou o técnico Jose Mourinho.

Sneijder à espera de José Mourinho para sair do Inter de Milão

As recentes notícias sobre a possibilidade de José Mourinho abandonar o Real Madrid deixaram Wesley Sneijder com esperança de ser treinado novamente pelo técnico português. Sneijder rejeitou propostas para deixar o Inter de Milão em Janeiro e tem o futuro em aberto, dependente do destino que Mourinho terá na próxima época.

Mourinho tentou contratar Sneijder para o Real Madrid logo após ter deixado o Inter em 2009, no entanto, o jogador holandês recusou mudar-se para o Bernabéu, de onde saiu para rumar ao Inter.

Segundo o Jornal italiano, Tuttosport, Sneijder está na expectativa para saber o futuro de Jose Mourinho, cuja permanência no Real poderá depender da conquista da Liga Espanhola esta temporada e para outros poderá depender da Liga dos Campeões. Há algumas semanas atrás falou-se que José Mourinho poderia estar a preparar a sua saída para Inglaterra no final da temporada, depois dos assobios que foi alvo em Santiago Bernabéu.

Mourinho: “Golo de Cristiano Ronaldo foi espantoso”

José Mourinho mostrou-se tranquilo quanto à vantagem de 10 pontos que tem sobre o Barcelona de Pep Guardiola, salientando que ainda faltam muitos jogos para terminar a Liga Espanhola.

“Ainda faltam muitos jogos e cada vez serão mais difíceis de ganhar, porque agora joga-se tudo. Existem equipas que querem chegar à Europa e outras que lutam por não descer de divisão. Neste momento estão em jogo 32 pontos, 13 vitórias. É muita coisa ainda. Dez pontos são 10 pontos, dão margem para errar, mas cada partida vai ser difícil. A imprensa tem interesses diferentes dos nossos. A mesma imprensa que agora diz que o campeonato está sentenciado, é a mesma que se perdermos um jogo vai dizer que estamos num mau momento e está tudo em causa”, defendeu Jose Mourinho.

“Noutros estádios, a posse de bola é aplaudida, mas parece que aqui em Santiago Bernabéu é logo assobiada.”

Quanto ao terceiro golo de Cristiano Ronaldo Mourinho disse: “O golo do Cristiano foi espantoso. Temos que festejá-lo. Aquele golo irá certamente correr o mundo”, elogiou Mourinho.

Na entrevista de imprensa após o jogo frente ao Levante, Mourinho foi também questionado sobre o local onde se iria realizar a final da Taça do Rei, respondendo o português de forma imediata:”É-me indiferente onde se jogará a final da Taça do Rei. Eu não a vou jogar… Por mim pode ser aqui ou na China”, concluiu Mourinho.

Callejón: “Não acredito que Mourinho se vá embora no final da época porque é feliz aqui”

O jogador do Real Madrid, Callejón, esteve esta manhã na apresentação das suas novas botas e aproveitou a oportunidade para falar de José Mourinho e do actual momento do Real Madrid. Especula-se muito sobre a saída de Mourinho no final da época, mas Callejón não acredita que isso vá acontecer.

“Não acredito que José Mourinho se vá embora no final da época porque é feliz aqui no Real Madrid. Tem vontade de trabalhar e fazer as coisas bem. Vejo uma pessoa tranquila que quer vencer muitos títulos”, afirmou o extremo “merengue”.

Depois da eliminação do Real Madrid na Taça do Rei aos pés do Barcelona, Callejón espera ganhar os outros dois troféus: a Liga Espanhola e a Liga dos Campeões. “Adorava vencer o campeonato e a Liga dos Campeões. O segredo para o conseguir é ter humildade e trabalhar todos os dias. Estamos a jogar bem, a alto nível e a fazê-lo com regularidade. Queremos manter a distância para o Barcelona”.

A nível pessoal Calléjón quer concretizar um sonho: “O meu maior sonho seria jogar pela seleção espanhola, mas não fico agora a pensar nisso. O importante é trabalhar bem no clube e depois logo se verá. Voltar ao Real Madrid foi um sonho tornado realidade”, afirmou o jogador que se tem afirmado na equipa Real Madrid, sendo por muitas vezes decisivo para a equipa de José Mourinho.

Real Madrid vence Getafe com golo polémico de Sergio Ramos

O Real Madrid treinado pelo português José Mourinho alcançou a sua 6ª vitória consecutiva na Liga Espanhola. Na visita ao Getafe, o Real Madrid venceu com apenas um golo de Sérgio Ramos, conseguindo desta forma os três pontos.

Jose Mourinho colocou três portugueses no onze inicial do Real Madrid (Pepe, Fábio Coentrão e Cristiano Ronaldo), no entanto, foi o internacional espanhol Sergio Ramos que decidiu o encontro com um golo de cabeça aos 18 minutos, depois de Ozil ter batido o pontapé de canto.

Antes do golo ter surgido, Mourinho já tinha protestado uma grande penalidade, após um lance dividido entre Ronaldo e Cata Diaz aos 15 minutos de jogo. Na segunda parte, foi a vez do Getafe protestar, depois de Pepe ter tocado um remate com o braço, na grande área da equipa do Real Madrid aos 77 mminutos.

O Real Madrid mostrou sempre a ideia de ter o jogo controlado, mas não conseguiu alcançar o segundo golo, que de certeza tranquilizava mais Jose Mourinho. O português Cristiano Ronaldo ainda marcou um golo, mas o lance foi anulado por este se encontrar fora-de-jogo.

Com a vitória do Barcelona frente à Real Sociedad, as contas entre o Real Madrid de Mourinho e o Barcelona de Guardiola mantém-se iguais, continuando o Real Madrid na liderança da liga com uma vantagem de 7 pontos sobre o seu rival.

">

Real Madrid

Notícias – José Mourinho

Comentários Recentes