Cristiano Ronaldo é o melhor do Universo para Mourinho [Vídeo]

José Mourinho comentou o crime irá ser cometido caso não seja entregue a Bola de Ouro a Cristiano Ronaldo!

O melhor treinador do mundo efectou uma análise clara e objectiva onde demonstra que é muito mais dificil ser Ronaldo do que ser Messi!

José Mourinho e as hipóteses de Portugal no Euro 2012

José Mourinho não vê a selecção portuguesa como a favorita a vencer o Euro 2012, no entanto afirma que tudo pode acontecer:”Portugal não depende de outras equipas depende apenas de si mesma. Se fizer o seu trabalho frente à Holanda Portugal estará nos quartos de final. Não penso que Portugal seja uma das duas ou três melhores equipas da competição mas isto são provas pequenas a eliminar. Em 90 minutos, tempo extra, em penalties tudo fica decidido”.

E vocês, até onde é que acham que Portugal pode chegar no Euro 2012?

José Mourinho assistiu ontem à estreia de Portugal no Euro 12

José Mourinho esteve ontem na Polónia na tribuna do Arena Lviv acompanhado pelo seu filho e pelo empresário Jorge Mendes a assistir o jogo Alemanha – Portugal.

O treinador português não escondeu durante todo o jogo que é um adepto que sofre por Portugal, não escondendo as suas emoções e o seu sofrimento nos momentos mais importantes do jogo.

Observou-se claramente em Lviv que Mourinho tem um sentimento patriótico extremamente elevado, e assim que terminou o hino português, o treinador do Real Madrid apontou os dedos indicadores para o campo, num claro apoios à selecção portuguesa.

José Mourinho já tinha anunciado a sua presença no Euro  2012 para ver jogadores do Real Madrid nas suas selecções, afirmando que iria torcer por eles.

No final da partida Mourinho falou com os seus jogadores, dando-lhes apoio, mas o português falou também com o Joachim Low que divulgou a conversa que ambos tiveram: “Falei com José Mourinho no final do jogo e ele disse-me que Khedira e Ozil estão em grande forma. Falamos muitas vezes sobre a gestão deles, e devo dizer que Mourinho desenvolveu Khedira e Ozil de forma extraordinária. Há um grande respeito entre nós. Mourinho deu-me os parabéns pela vitória e concordou com a minha análise: foi um jogo muito difícil e tático, duro para as suas selecções.”

TV Mexicana dá 1,5 milhões a José Mourinho

A Televisa, uma televisão mexicana, ofereceu 1,5 milhões de euros a José Mourinho para o convencer a comentar o Europeu de futebol ao longo dos 20 dias do evento.

O Jornal “El Confidencial” divulgou mesmo que o objectivo era ter também Pep Guardiola em conjunto com José Mourinho a comentar o europeu de futebol, no entanto o espanhol recusou a proposta.

O treinador português ainda não tomou a sua decisão acerca do convite proposto pela Televisa, até porque Mourinho já está a preparar a próxima temporada do Real Madrid.

No entanto, é provável que Mourinho venha ainda a aceitar a proposta mas apenas com comentários esporádicos, ganhando assim mais uns milhares.

José Mourinho quer Drogba no Real Madrid

Depois de Didier Drogba ter confirmado os rumores que iria abandonar o Chelsea FC, já se fala que José Mourinho quer o avançado costa-marfinense no Real Madrid para a próxima época.

“Quero colocar um ponto final na especulação e confirmar que vou sair do Chelsea. Foi uma decisão muito difícil para mim e estou orgulho pelo que consegui vencer neste clube, mas é a altura certa para um novo desafio”, declarou o internacional marfinense.

Segundo o jornal britânico Daily Mail, a contratação de Drogba pode pelo Real Madrid pode estar iminente, tendo os merengues já iniciado conversações com o representante do avançado.

Mourinho já o tinha levado no passado para o Chelsea e agora deseja voltar a treiná-lo ao serviço do Real Madrid. A excelente relação que ambos mantêm um com o outro não é novidade para ninguém, e esse pode ser um factor determinante na decisão de Drogba.

No entanto, Mourinho parece não estar sozinho na corrida pelo avançado de 34 anos que também tem interessados em Itália, Alemanha, Rússia e até uma proposta milionária da China.

Qual é que acham que será o desfecho final?

José Mourinho renova pelo Real Madrid até 2016

José Mourinho renovou contrato com o Real Madrid até 2016. O treinador português afirmou que na próxima época irá ter um grande desafio: manter a sede de troféus do clube e evoluir sempre mais.

“O Real Madrid ganhou muitos adeptos este ano porque jogámos o melhor futebol do Mundo, embora não tenhamos ganho a Liga dos Campeões. No entanto, vencemos a Liga Espanhola praticando um futebol fantástico e isso parece-me o mais importante”.

Após a renovação, Mourinho não quis fazer promessas: “Na segunda época ao serviço do clube, conseguimos vencer a Liga como tínhamos planeado, agora veremos o que se segue. Mas sem nenhuma obsessão, porque a obsessão não nos ajuda. A única obsessão tem de ser aquilo que este grupo de trabalho já tem muito claro, que é a seriedade, o profissionalismo, trabalhar sempre nos limites e respeitar a história do Real Madrid, que é exigente para com os seus profissionais”, disse Mourinho em declarações ao site do Real Madrid.

“Confiaram em mim e pensam que sou o treinador ideal para este projeto que temos até 2016. Parece-me o desafio perfeito para mim nos próximos quatro anos, porque é difícil e obriga a mais. Neste momento de maturidade da minha carreira preciso de grandes desafios, que me obriguem a tentar ser cada vez melhor”.

José Mourinho aproveitou para vincar a confiança que sente nos seus jogadores: «Não é um plantel em vias de extinção que está a jogar os seus últimos anos de futebol ao mais alto nível, pelo contrário. É uma equipa que tem tudo para crescer. Não há nenhum jogador que não possa chegar até 2016. A maioria deles vai fazê-lo no topo da sua carreira”, finalizou Mourinho.

José Mourinho: “A décima Champions vai chegar”

Neste momento, o grande objectivo de Mourinho e o grande sonho do Real Madrid, depois da conquista da Liga Espanhola, é  vencer a décima Liga dos Campeões na história dos merengues. Que vai chegar, mais tarde ou mais cedo, segundo José Mourinho.

“Eu sou um sortudo, porque apesar de já ter perdido em algumas semi-finais, também já ganhei duas finais. Alguns destes rapazes nunca lá chegaram, e o clube procura a décima da sua história. Mas sem obsessão, com tranquilidade e se continuarmos a fazer as coisas bem, como prova o facto de termos chegado às semi-finais, isso vai chegar, mais tarde ou mais cedo. Se não for no próximo ano será no seguinte. Mas obcecar com isso não ajuda. Sonhar sim”, manifestou Mourinho.

Embora tivesse ficado pelas meias-finais da Champions, Mourinho enalteceu a época que o Real Madrid fez: “Se no início do ano me tivessem dito que podíamos ganhar com 90 pontos e 80 golos, assinava por baixo. Mas conseguimos ainda melhor! São números históricos, quase inimagináveis”, defendeu o melhor treinador do mundo.

Mourinho garantiu também que  a festa terminou e que já está a pensar no futuro: “Neste momento já estou a pensar no futuro. É momento de acabar com as celebrações. Os jogadores vão começar a pensar no Euro e eu vou começar a trabalhar a próxima temporada porque o Real Madrid não te permite dormir sobre o que conquistaste”, afirmou o treinador português à Real Madrid TV.

José Mourinho sempre a pensar mais à frente…

Mourinho campeão pelo Real Madrid

Mourinho campeão pelo Real Madrid

Se perguntarem aos números de Mourinho qual o campeonato mais duro, mais dividido, mais delicado, da carreira de José Mourinho eles responderão assim: Itália, 2010. Foi o segundo e último com o Inter, selado na bela Siena, com um golo só.

Se esquecermos os números, este que hoje comemora terá sido o mais difícil campeonato da história do treinador português. É justo que a nossa memória o guarde assim. Justo porque honesto, por ser verdade. E porque não há coisa mais difícil no mundo de hoje do que olhar o Barcelona e derrotá-lo. Por um ponto, por dez ou por vinte. No último minuto ou a três jornadas do final.

Visto de Portugal, o Real Madrid foi mais forte, mais duro e menos irregular. Teve períodos de grande futebol, de equipa também temível, também demolidora. Mas o seu grande mérito foi construir-se apesar do Barcelona, construir-se apesar do que o mundo dizia, do que o mundo pensava. Construir-se apesar de todos acharmos que não era possível.

Com períodos espantosos, bons e alguns, poucos, sofríveis, o Real chegou à grande noite, em Camp Nou, e foi melhor. Eu acho que foi melhor. Mas aceito se disserem que foi apenas mais eficaz. Seja qual for o ângulo, mereceu ali, no sítio mais alto, gritar «campeão!». E gritar «campeão!» em casa do Barcelona é de outro mundo.

Este Real construiu-se, dizia, também em menos tempo do que o Barcelona. Muito menos tempo. A lista de jogadores do Real com dois ou três anos de clube é grande. A presença da «cantera» recente é discreta. Construiu-se até contra uma parte do Real Madrid, contra pessoas que representaram o Real Madrid no passado próximo e distante. Jorge Valdano não é apenas um deles. É o rosto.

Este Real deverá ter sido mais forte também em outros aspectos, difíceis de analisar para quem está longe e que, sinceramente, me importam pouco. No final de todas as contas, José Mourinho ganhou e ninguém poderá dizer que não o mereceu. Na primeira época cuidou de marcar o seu próprio terreno. Na segunda época derrubou o Barcelona. Tudo indica que ficará mais uma temporada em Madrid. Faz bem. A base está lá, o talento e o trabalho estão lá, este Real tem de aspirar à Liga dos Campeões. E tem de ser capaz de fazer o Barcelona duvidar.

Para Mourinho, fica cumprida mais uma etapa de uma carreira que parece incrivelmente escrita, passo após de passo, pelo punho do treinador. Portugal, Inglaterra, Itália, Espanha. Um dia destes provavelmente outra vez Inglaterra. Por fim a seleção nacional. Quando Mourinho quiser. Só alguém muito grande para controlar assim uma coisa redonda, escorregadia e caprichosa, a bola. Em 2012, e salvo qualquer feito excecional no Euro, o português voltou a ser o mais forte candidato a melhor do mundo.

P.S.: O papel dos jogadores da seleção portuguesa no título do Real Madrid foi distinto. Ronaldo foi essencial, brilhante, único. Decisivo, sempre. Pepe segurou muitas vezes a defesa e só alguns tristes episódios (por exemplo chutar um colega) impedem que se reconheça toda a qualidade do seu futebol. Fábio Coentrão sobreviveu à primeira temporada, ele que foi um alvo fácil quando as coisas não andaram bem. Ricardo Carvalho é o mistério do ano. E um desperdício, também.

Fonte: Maisfutebol

Mourinho é mesmo especial!

José Mourinho pode amanhã sagrar-se campeão pelo Real Madrid, após já ter ganho em Portugal, Inglaterra e Itália.

Em Abril de 2011, os adeptos do Real Madrid juntaram-se para celebrar a conquista da Taça do Rei. Este foi o primeiro título de Mourinho ao serviço do Real Madrid. Mouirnho não escondeu a sua felicidade por ter ganho as Taças dos 3 países mais importantes a nível futebolísticos da Europa (Inglaterra, Itália e Espanha), deixando uma mensagem: “Sou um treinador de títulos!”

Amanhã frente ao Atlético de Bilbau, Mourinho pode vencer outro título ao serviço do Real Madrid, o de campeão da Liga Espanhola.

Aos 49 anos, Mourinho está prestes a ganhar a Liga em 4 países diferentes, feito alcançado apenas por 2 treinadores – Ernst Happel e Giovanni Trapattoni.

Zlatan Ibrahimovic está na lista do Real Madrid para a próxima época

Segundo o jornal digital “El Confidencial”, Ibrahimovic já foi contactado por José Mourinho para ir para o Real Madrid: “Queres vir para o Real Madrid? Se assim for, prepara-te, porque vou tentar”.

“Tenho confiança sem limites na minha gente”, Mourinho

Na antevisão ao jogo entre o Real Madrid e o Bayern Munique, Mourinho não trem dúvidas: “Queremos estar na final e merecemos estar lá. Vejo a minha equipa tranquila, como tem que estar. Enfrentamos o jogo equilibrados e no ponto perfeito. Nem com demasiada emoção nem com pouca”, destacou José Mourinho.

O Special One pediu aos adeptos para darem aos jogadores o que pensam que eles merecem e admitiu que o seu passado na Liga dos Campeões pode ter influência: “Não é a minha primeira meia-final e a minha experiência pode ajudar os jogadores a assumir a responsabilidade. O carinho dos adeptos vai estar com eles. Tenho confiança sem limites na minha gente”, disse Mourinho na conferência de imprensa.

Mourinho não se mostrou preocupado com eventuais suspensões de alguns jogadores, e que assim não estarão presente na final, caso o Real Madrid passe: “A final é o objectivo do grupo e se, no caminho, houver um amarelo merecido faz parte da profissão. Vamos até ao fim com as nossas ideias e sabemos o que queremos e o que eles pretendem fazer. Eles sabem que se não marcarem, em princípio estão eliminados. Talvez por isso não espero um jogo de sentido único porque o Bayen Munique sabe que com o nosso potencial vamos fazer um golo”, frisou Mourinho.

o treinador português deixou ainda elogios ao adversário: “O Bayern Munique significa a garra e tem todo o direito de continuar a sonhar com a final. O mais importante é a equipa e a sua força val mais do que qualquer jogador”.

Se o Real Madrid passar à final esta noite, será a 3ª final da Liga dos Campeões para José Mourinho. A última presença do técnico português aconteceu há 2 épocas ao serviço do Inter de Milão e acabou por vencer o Bayern Munique…em Santiago Bernabéu.

Força José Mourinho!!!

">

Real Madrid

Notícias – José Mourinho

Comentários Recentes